Adiada a votação de projeto que limita comissão paga por motorista a aplicativos de transporte

O senador Romero Jucá (MDB-RR) pediu vista do projeto de lei que regulamenta o limite máximo de comissão cobrada pelos aplicativos de transporte, como Uber, 99 e Cabify. O PLS 421/2017 estava na pauta desta quarta-feira (28) da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

De autoria de Lindbergh Farias (PT-RJ), o projeto quer limitar essa comissão a 10% do valor da viagem realizada. A regra deverá valer tanto para corridas individuais quanto compartilhadas. Ao justificar o PLS 421/2017, Lindbergh classificou de “predatória” a taxação de 20% do valor da corrida imposta hoje aos motoristas.

O senador Romero Jucá disse que precisa mais de tempo para analisar a proposição e justificou:

– É um projeto que pretende tabelar a remuneração de um serviço entre dois entes privados, portanto uma relação comercial. Portanto, acho que é algo extemporâneo fixar a remuneração, pois se trata de processo comercial de preço e concorrência entre particulares – avaliou.

Relatório

A relatora Regina Sousa (PT-PI) votou a favor da iniciativa e não apresentou emendas. Ela também considerou necessário limitar o percentual máximo de cobrança, visto que valores acima de 10%, na opinião dela, são abusivos.

– Acreditamos que esse percentual máximo é suficiente para fazer face aos custos de manutenção das empresas fornecedoras dos aplicativos, bem como para que elas façam os investimentos necessários para a melhoria dos serviços oferecidos – opinou.

Tramitação

Com o pedido de vista individual, não há data para o texto voltar à pauta na Comissão de Constituição e Justiça.Depois da CCJ, o projeto ainda será analisado pela Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) e pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS), em decisão terminativa, ou seja, sem a necessidade de ir a Plenário, a menos que haja recurso.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2018/11/28/adiada-a-votacao-de-projeto-que-limita-comissao-paga-por-motorista-a-aplicativos-de-transporte
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *