Alfândega em Curitiba apreende, neste ano, 2.460 remessas internacionais com sementes de maconha

Em atividades de fiscalização, com auxílio de scanner e de cão farejador, os servidores lotados no Serviço de Remessas Postais e Expressas (Serpe), da Alfândega da Receita Federal em Curitiba, identificaram, somente em 2018, 2.460 remessas internacionais, provenientes de diversos países e destinados a diferentes estados da federação, contento sementes de cannabis sativa (maconha).

Considerando que cada remessa contém, em média, 10 sementes, estima-se que mais de 24 mil sementes foram apreendidas nessa atividade de controle aduaneiro. Estimando ainda que cada semente produz, após 15 semanas, aproximadamente 0,5 kg de folhas, pode-se concluir que ao menos 12 toneladas de folhas de cannabis sativa deixaram de ser produzidas decorrentes das apreensões realizadas pela Receita Federal do Brasil.

As remessas das sementes apreendidas são encaminhadas à Polícia Federal para destruição.

Fonte: http://idg.receita.fazenda.gov.br/noticias/ascom/2018/outubro/alfandega-em-curitiba-apreende-neste-ano-2-460-remessas-internacionais-com-sementes-de-maconha
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *