Ângela Portela aponta demora na transposição dos servidores de Roraima à União

A senadora Ângela Portela (PDT-RR) apontou nesta terça-feira (30), em Plenário, a frustração dos servidores públicos de seu estado, que ainda não foram incluídos no quadro funcional da União. Ela lembrou que os funcionários que prestaram serviços para Roraima entre 1988 e 1993 têm direito à transposição para a folha de pagamento da União diante da promulgação das Emendas Constitucionais 60 e 97, relativas à situação desses servidores.

Ângela Portela lembra que, apesar de as regras constitucionais terem sido regulamentadas por meio da Medida Provisória 795/2017, não foram publicadas as portarias com os nomes dos servidores beneficiados.

— Desde o ano de 2016 foi prometido o tão sonhado enquadramento, mas o que temos até agora é a divulgação de 25 atas da comissão especial que analisa os processos. Porém, o que constatamos hoje é a decepção de muitos servidores.

Linhão de Tucuruí

Ângela Portela também criticou a “politicagem” em torno da construção do Linhão de Tucuruí, obra que, segundo ela, determinará a independência energética de Roraima. Ela afirmou que o povo de Roraima protesta contra os apagões frequentes e exige o fornecimento de energia confiável e barata.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2018/10/30/angela-portela-aponta-demora-na-transposicao-dos-servidores-de-roraima-a-uniao
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *