Ângela Portela critica aumento de tarifas após privatização de distribuidora de energia de Roraima

A senadora Ângela Portela (PDT-RR) criticou duramente, nesta quarta-feira (31), o aumento das tarifas de energia em Roraima. Para ela, o reajuste, acima da inflação, é resultado direto da privatização da Boa Vista Energia, empresa subsidiária da Eletrobras. Ela afirmou que a Boa Vista Energia foi privatizada a um preço muito baixo e que a gestão privada dificultará a implantação de programas sociais indispensáveis em regiões carentes.

A Agência Nacional de Energia Elétrica aprovou nesta terça-feira, 30 de outubro, um reajuste médio de 38,5% nas tarifas da Boa Vista Energia, num momento em que a inflação está em aproximadamente 4% ao ano, disse a parlamentar. As novas tarifas vigoram a partir de 1º de novembro, sendo que a Boa Vista Energia foi leiloada em agosto, explicou a senadora. A empresa pertencia à Eletrobras e foi comprada pela empresa Oliveira Energia, continuou Ângela Portela, para quem a privatização não teve transparência.

— A distribuidora atende 165 mil unidades consumidoras. Essa operação não foi tratada com qualquer transparência. Houve toques surreais no leilão, realizado em São Paulo, para privatizar a Boa Vista Energia, que acabou comprada por pequena empresa Oliveira Energia, que saltou repentinamente de revendedora de motores elétricos para concessionária de energia elétrica — afirmou.

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2018/10/31/angela-portela-critica-aumento-de-tarifas-apos-privatizacao-de-distribuidora-de-energia-de-roraima
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *