Candidatos não comprovam preterição em concurso do Banco do Brasil

Candidatos aprovados em concurso realizado pelo Banco do Brasil entraram com uma reclamação alegando que foram preteridos na nomeação para o cargo de escriturário. De acordo com os requerentes, eles não foram nomeados, mas o banco contratou empresas para prestação dos serviços que os candidatos realizariam.

No entanto, comparando a descrição do cargo – conforme edital do concurso público – com o objeto dos contratos feitos com as prestadoras de serviço, o juiz Roberto Blanco (da 50ª Vara do Trabalho de São Paulo-SP) concluiu que os trabalhadores temporáriosexecutavam funções alheias à atividade bancária.

Para ele, não houve contratação ilegal de empresas para prestação de serviços e não há prova de convocação ou contratação de aprovados em concurso em colocações posteriores às dos autores. Assim, rejeitou o pedido dos candidatos para que fossem contratados imediatamente pelo Banco do Brasil.

Com a improcedência total da ação ajuizada, foi interposto recurso ordinário para o 2º grau sob alegação de ser devido o reconhecimento do direito à nomeação.

Ao analisarem o pedido, os magistrados da 6ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região seguiram a decisão proferida na sentença (1º grau). Para eles também não ficou demonstrado que o Banco do Brasil contratou trabalhadores, de forma precária, para exercer as funções de escriturários.

Segundo o acórdão, de relatoria do desembargador Antero Martins, se fosse comprovada a hipótese de contratação de trabalhadores temporários para exercer as funções do cargo para o qual os candidatos concorreram por meio de concurso público, implicaria a preterição destes, em favor daqueles.

Não tendo sido o caso, a 6ª Turma declarou que os candidatos não têm direito à nomeação imediata.

(Processo nº 1000753-46.2016.5.02.0050)

Texto: Silvana Costa Moreira – Secom/TRT-2

 

 

 

Fonte: http://www.trtsp.jus.br/indice-de-noticias-noticias-juridicas/21582-candidatos-nao-comprovam-pretericao-em-concurso-do-banco-do-brasil
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *