CNJ faz reunião extraordinária com presença do ministro Raul Jungmann

A ministra Cármen Lúcia convocou reunião extraordinária do Conselho Nacional de Justiça às 9 horas de hoje (28/2) para apresentar ao ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, o Cadastro Nacional de Presos, também conhecido como Banco Nacional de Monitoramento de Prisões (Novo BNMP). 

O Cadastro é a contribuição do CNJ para o combate ao crime organizado, assim como fundamental ao planejamento de  políticas públicas na área de segurança  do País.  A ferramenta ainda permitirá a uniformização dos dados relativos às pessoas presas ou procuradas pela Justiça em todo o território nacional. 

A criação do BNMP foi anunciada em dezembro de 2016 pela ministra Cármen Lúcia, presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal (STF), no encerramento do X Encontro Nacional do Poder Judiciário. 

Monitoramento real 

O Banco Nacional de Monitoramento de Prisões é um sistema com dados atualizados dos presos que se encontram no sistema carcerário brasileiro. Atualmente, já conclui a alimentação do cadastro o Tribunal de Justiça de Roraima. Os Tribunais de São Paulo, Santa Catarina, Goiás , Sergipe, Bahia e Amapá deram inicio a alimentação do sistema. Os tribunais do Paraná, Rio Grande do Norte, Alagoas, Maranhão, Ceará, Piauí e DF já capacitaram juízes e servidores e estão em vias de iniciar a alimentação de informações do cadastro.   

A reunião poderá ser acompanhada pela TV Plenário.

Serviço:

O que: Reunião Extraordinária do Conselho Nacional de Justiça (CNJ)

Quando: Quarta-feira (28/2), às 9h

Onde: Plenário do CNJ

Fonte: http://www.cnj.jus.br/noticias/cnj//noticias/cnj/86255-cnj-faz-reuniao-extraordinaria-com-presenca-do-ministro-raul-jungmann
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.