Collor se reúne com presidente Bashar al-Assad e defende soberania síria

O presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, senador Fernando Collor de Mello (PTC-AL), foi recebido em audiência pelo presidente da Síria, Bashar al-Assad, no domingo (5), em Damasco. A Assad, o senador reafirmou a postura do Brasil de apoio à nota dirigida à ONU pelo governo defendendo a autodeterminação do povo sírio.

Durante a audiência, Bashar al-Assad agradeceu a presença de Collor, expressando a sua gratidão pela manifestação em defesa da paz. O presidente destacou que a agenda do senador brasileiro em seu país “estabelece e promove uma política internacional equilibrada para as questões da região e do mundo”.

Em outro compromisso em Riad, um encontro de trabalho na Assembleia do Povo da Síria, Collor falou para o Grupo de Amizade Parlamentar Síria-Brasil e para os integrantes dos Comitês de Assuntos Árabes e Estrangeiros e de Energia e da Câmara de Indústrias de Aleppo, sobre a importância de defender o direito internacional e a Carta da ONU pela paz e a estabilidade mundial. O senador alertou para as tentativas de enfraquecimento das Nações Unidas, mediante a adoção de medidas unilaterais, que minam a autoridade da instituição.

— É nesse contexto, e nesse momento, que nossa opção de defender o direito internacional e a Carta das Nações Unidas, pela paz e a estabilidade no mundo, pelo entendimento e o princípio da não-interferência em assuntos internos de outros países, nos conduz à afirmação do diálogo e à condenação de um mundo sem lei. A Síria é um país soberano. Cabe aos sírios, e tão somente a eles, determinar o futuro de seu próprio país.

Acompanhado do embaixador Fábio Pitaluga, encarregado de negócios do Brasil em Damasco, Collor cumpriu uma intensa agenda diplomática com autoridades e parlamentares sírios.

Estima-se, atualmente, em 2,5 milhões o número de membros da comunidade de ascendência síria no Brasil, com presença destacada em importantes setores de atividades, inclusive na política. As relações diplomáticas com a Síria foram estabelecidas em 1945, tendo sido aberta em 1951 a delegação brasileira em Damasco, elevada à categoria de embaixada em 1961. Há sete acordos bilaterais em vigor, nas áreas de saúde, agricultura, turismo, esporte e cultura.

Com informações do gabinete do senador Fernando Collor

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2018/11/07/collor-se-reune-com-presidente-bashar-al-assad-e-defende-soberania-siria
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *