Comissão mista da MP de incentivos fiscais para pesquisa e desenvolvimento analisa relatório na terça

O relator da Medida Provisória 810/2017, deputado Thiago Peixoto (PSD-GO), apresenta nesta terça-feira (3) seu parecer sobre a matéria na comissão mista que a analisa. A MP aprimora incentivos fiscais para pesquisa e desenvolvimento (P&D) do setor de novas tecnologias de informação e comunicação.

A proposta amplia de três para 48 meses o prazo para as empresas brasileiras, beneficiadas com incentivos fiscais associados a investimentos em P&D, reinvestirem valores pendentes. O texto altera duas leis de informática (8.248/1991 e 8.387/1991). Esta última trata das companhias instaladas na Zona Franca de Manaus.

As duas normas concedem incentivos fiscais para empresas do setor de tecnologia — redução ou isenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), depreciação acelerada de maquinário e vantagens na contratação pela administração pública. Em troca, pelo menos 5% do faturamento bruto da empresa com a comercialização dos produtos deve ser investido em P&D. Outra contrapartida é a apresentação de relatórios anuais com demonstrativo de aplicação dos recursos.

O texto recebeu 52 emendas e ainda precisa ser analisado pelos plenários da Câmara dos Deputados e do Senado. A comissão é presidida pelo senador Paulo Rocha (PT-PA).

A reunião está marcada para 14h30, no Plenário 13 da Ala Alexandre Costa.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2018/03/28/comissao-mista-da-mp-de-incentivos-fiscais-para-pesquisa-e-desenvolvimento-analisa-relatorio-na-terca
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *