Confira a programação da Rádio Justiça para esta segunda-feira (20)

Revista Justiça
O Revista Justiça desta segunda-feira abre a semana falando sobre habeas corpus negado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) a um homem que já havia quitado 95% da dívida com pensão alimentícia. Quem comenta a decisão é Renata Cysne, presidente do Instituto Brasileiro de Direito de Família do Distrito Federal. O programa também apresenta resultados da Jornada do Patrimônio, realizada em todo o país, para discutir a preservação do patrimônio cultural brasileiro. Sobre o assunto, vamos conversar com Gustavo Pacheco, subsecretário do Patrimônio Cultural do Distrito Federal. No quadro Palavra da Semana, o mestre em Língua Portuguesa professor Elias Santana destaca termos e expressões que chamam a atenção em julgamentos e decisões. No quadro Dicas do Autor, vamos falar sobre a obra "Crimes Contra A Dignidade Sexual". Quem vai conversar conosco é o autor Plínio Gentil, procurador de justiça do Ministério Público do Estado de São Paulo e professor universitário. Segunda-feira, às 8h.

Giro pelo Mundo
O Giro pelo Mundo fala sobre o número de mortes por overdose nos Estados Unidos, que bateu recorde e chegou a quase 72 mil em 2017. O ouvinte também vai ficar sabendo das novas exigências para a entrada de venezuelanos no Equador e Peru. Sobre o judiciário pelo mundo, o Giro dá detalhes de decisão da justiça da Argentina de bloquear indenização à Odebrecht. Segunda-feira, às 10h.

Defenda Seus Direitos
Há poucos meses, empresas aéreas brasileiras anunciaram que passariam a cobrar por marcação antecipada de assentos em voos domésticos. A medida não é bem vista por passageiros, nem por entidades de defesa ao consumidor, que alegam que a cobrança é indevida. Sobre o assunto, o Defenda seus Direitos ouve o advogado Victor Guglinsk, advogado especialista em Direito do Consumidor. Segunda-feira, às 13h.

Plenário em Pauta
Especialistas analisam assuntos da justiça brasileira. Nesta edição, o ouvinte acompanha informações sobre recentes decisões dos tribunais do país. Segunda-feira, às 13h30.

Justiça na Tarde
Seis em cada dez crianças vivem em situação precária no Brasil, segundo relatório divulgado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). O número corresponde a cerca de 32 milhões de pessoas com até 17 anos expostas a vulnerabilidade. Para debater esses resultados, o Justiça na Tarde desta segunda-feira ouve juízes que atuam na área da infância, juventude, família e trabalho, bem como professores da área de educação e direitos sociais. Segunda-feira, às 14h10.

Direito Direto
O Direito Direto desta segunda-feira comenta decisão do Superior Tribunal de Justiça que manteve indenização a ser paga para cadeirante que tinha de se esconder para pegar ônibus. Vamos ouvir Ronaldo Batista Pinto, Promotor de Justiça do Estado de São Paulo, e Celso Mariano, fundador e Diretor do Portal do Trânsito e ex-Diretor de Educação da Secretaria de Transporte de Curitiba. Segunda-feira, às 17h.

Radionovela Justiça em Cena – "Minha irmã é de morte"
Meu nome é Alceu, detetive Alceu, e sou especializado em resolver casos praticamente insolúveis. E nesta semana não foi diferente. Apareceu em meu escritório uma mulher dessas de filme de detetive. Bastante sedutora, dona Lara Paramaribo Tegucigalpa veio me propor um caso bastante curioso: que eu matasse a sua irmã gêmea, a Mara. Ouça a radionovela em diversos horários e versão compacta aos sábados e domingos, às 20h30.

Rádio Justiça
A Rádio Justiça é sintonizada em 104,7 FM no Distrito Federal e pode ser ouvida pelo site www.radiojustica.jus.br. Acompanhe a programação e siga a Rádio Justiça pelo Twitter no endereço http://twitter.com/radiojustica. Participe dos programas! Envie dúvidas e sugestões sobre temas ligados ao Direito para nosso WhatsApp: (61) 99975-8140.

Fonte: Rádio Justiça

 

Fonte: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=387187
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *