Confira os destaques da TV Justiça para o fim de semana

Sexta-feira, 16/11

21h30 – Em Cartaz – Terras Brasileiras
No sul de Mato Grosso do Sul, quase na fronteira com o Paraguai, indígenas e produtores rurais disputam a posse de terras. Num clima tenso, sobram confrontos, despejos, ataques e mortes. O conflito vem de séculos, provocado por erros do próprio Estado brasileiro. Os dois lados exigem solução urgente e a disputa se transforma numa tragédia de grandes proporções. O documentário “Terras brasileiras” revela os bastidores do drama sofrido por indígenas e produtores rurais na luta pela terra.
Reapresentações: 17/11, às 22h30; e 18/11, às 22h30.

Sábado, 17/11

8h – Saber Direito Profissão
O professor Paulo Lacerda fala sobre Direito Financeiro e sobre o mercado para advogados dessa área. No quadro Carreira, você pode saber mais sobre a profissão, o mercado e a remuneração.
Reapresentações: 17/11, às 23h30; e 18/11, às 8h e às 23h30.

9h – Academia
O programa traz discussão sobre os acidentes de trabalho no Brasil e suas consequências. Na década de 1970, o país chegou a ocupar o primeiro lugar no ranking mundial de acidentes no trabalho e hoje ocupa a quarta posição, só perdendo para China, Índia e Indonésia. São acidentes violentos de trabalho, doenças ocupacionais e profissionais. A dissertação é da mestra em Direito Bruna Santos, que debate o tema com o doutor em Direitos Humanos César Baldi e a mestra em Direito do Trabalho Carla Rezende.
Reapresentações: 18, 19 e 21/11, às 9h.

14h – Artigo 5º
A Constituição Federal garante o direito autoral, o que significa que os autores detêm o direito exclusivo de utilização, publicação ou reprodução de suas obras, transmissível aos herdeiros pelo tempo que a lei fixar. Mas, na prática, isto vale para todo tipo de obra ou trabalho? Como lidar com os tempos de internet? Imagens que são colocadas em redes sociais se tornam públicas? O que caracteriza o crime de violação de direito autoral? É o que você vai ver no programa Artigo 5º.
Reapresentação: 18/11, às 14h.

18h30 – Repórter Justiça
Os festivais de cinema e sua importância para a cultura brasileira são os temas desta semana. O programa mostra como são feitas as produções no país e que tipo de incentivo os cineastas recebem para tocar um projeto. E, ainda: a história de quem usa a sétima arte para reintegrar adolescentes em conflito com a lei e ex-detentos na sociedade.
Reprises:18/11, às 18h30; e 20/11, às 21h.

Domingo, 18/11

11h – Plenárias
O Plenárias desta semana vai mostrar o julgamento do Recurso Extraordinário 971959, em que o Supremo Tribunal Federal (STF) considerou constitucional o artigo 305 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que tipifica como crime a fuga do local de acidente. A maioria dos ministros entendeu, nesta quarta-feira (14), que a norma não viola a garantia de não autoincriminação, prevista no artigo 5º, inciso LXIII, da Constituição Federal.

12h30 – Link CNJ
O programa entrevista o juiz Fábio Esteves, presidente da Associação de Magistrados do Distrito Federal, que fala da discriminação racial na magistratura, no serviço público e na sociedade brasileira.Veja também o balanço parcial da 13ª Semana Nacional de Conciliação, que fechou R$ 1 bilhão em acordos. Na Bahia, a Santa Casa de Misericórdia negociou uma pendência com 60 funcionários. Em Minas Gerais, o Tribunal de Justiça fez o primeiro julgamento 100% virtual.
Reapresentação: 20/11, às 7h30.

19h30 – Hora Extra
O programa trata do impacto da tecnologia no comportamento das pessoas. Adaptar-se às mudanças é uma das grandes exigências do mercado de trabalho, e não se trata apenas do conhecimento técnico, mas de se adotar uma nova postura profissional. Para falar sobre o assunto, o Hora Extra conversou com o professor e doutor em Comunicação Dado Schneider, autor do livro “O mundo mudou… Bem na minha vez”.
Reapresentações: 19/11, às 6h30; 22/11, às 6h; e 23/11, às 6h30.

20h30 – Iluminuras
A gíria, como forma de expressão, marca a identidade de um grupo e pode variar de acordo com a faixa etária e a região do país. Mas qual a origem desse fenômeno da linguagem? Como ela é vista por professores da língua portuguesa? É o que você vai ver no Iluminuras desta semana, que tem como convidados o jornalista e professor JB Serra e Gurgel e a professora de Linguística Estela Bortoni, da UnB.
Reapresentações: 17/11, às 20h30; 18/11, às 20h30; 19/11, às 18h; 20/11, às 22h00; e 21/11, às 13h30.

21h30 – Refrão
O programa exibe entrevista com a cantora e compositora Rita Benneditto, que fala sobre a influência dos ritmos afrobrasileiros e das religiões de matriz africana em seu trabalho. Rita Benneditto também conta detalhes das gravações e dos shows.
Reapresentações: 19/11, às 13h30;20/11, às 21h30; 22/11, às 22h; 23/11, às 13h30; e 24/11, às 21h30.

22h – Tempo e História – Antônio Pereira Rebouças
O advogado baiano Antônio Pereira Rebouças é o homenageado de novembro, Mês da Consciência Negra, da série Tempo e História. Conheça a trajetória do jurista mulato que superou o racismo para se tornar um dos políticos mais influentes do século XIX e grande defensor da liberdade dos negros e do próprio Brasil.
Reapresentações: 21/11, às 22h30; 22/11, às 22h30; 23/11, às 22h30 e 24/11, às 22h.

Fonte: TV Justiça

Fonte: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=395920
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *