Confira os destaques da TV Justiça para o fim de semana

8h – Saber Direito Profissão
O professor Estevam Freitas aborda o servidor público e o concurso público e fala também sobre a carreira e como chegou ao curso de Direito.
Reapresentações: 26/1, às 23h30 e 27/1, às 8h e 23h30.

8h30 – Saber Direito Responde
O professor Estevam Freitas tira dúvidas de estudantes sobre concurso público, estabilidade, estágio probatório, processo administrativo disciplinar e muito mais.
Reapresentações: 26/1, às 14h30; 27/1, às 8h30 e 28/1, às 0h.

9h – Academia
O tema em debate é a representação dos povos indígenas no processo político e eleitoral no Brasil. A dissertação “A invisibilidade do indígena no processo eleitoral brasileiro: as organizações indígenas e a luta pela representação política” é da mestra em Direito, Keyla Francis. Participam do programa a doutora em Direito Lívia Gimenes Dias da Fonseca e o mestre em Direito, Estado e Constituição Tédney Moreira da Silva.
Reapresentações: 27/1, às 9h; 28/1, às 9h; 30/1, às 9h.

12h30 – Meio Ambiente por Inteiro
Mais de 60% de tudo o que descartamos pode virar compostagem, e o restante pode ser reciclado. O processo é longo até chegar a um mundo perfeito no qual a coleta seletiva e a reciclagem realmente funcionem, mas em várias cidades brasileiras há núcleos de produção com insumos reaproveitados. Algumas pessoas sobrevivem até com troncos de árvores deixados em gramados. Na lista de artesãos, há os “ferreiros medievais”: eles moldam velhas molas de caminhão para fabricar ferramentas.
Reapresentações: 27/1, às 11h; 28/1, às 12h; 29/1, às 13h30; 30/1, às 12h; 31/1, às 6h30 e 1º/02, às 18h.

18h – Repórter Justiça
Qual é o segredo da felicidade? O Repórter Justiça desta semana volta no tempo para falar de filósofos como Tales de Mileto e Aristóteles. No passado, eles já escreviam sobre esse contentamento. Você vai conhecer a história de pessoas que largaram um ritmo de vida acelerado em busca do tão sonhado estado de plenitude e satisfação. Vai ver ainda que um site brasileiro busca só notícias boas para o leitor e que a felicidade, além de ser um direito constitucional, pode ser aprendida na universidade.
Reapresentações: 27/1, às 18h30; 28/1, às 20h30 e 29/1, às 21h.

20h – Direito Sem Fronteiras
O Direito Sem Fronteiras desta semana mostra como empresas concorrentes no mercado combinam os preços do produto e forçam o aumento de preço do mesmo caracterizando o chamado cartel. Exemplo muito comum é o da gasolina nos postos de combustíveis. Também discute o combate e a prevenção a esta prática pelo mundo, assim como os grandes cartéis internacionais e os casos históricos de punição. Os convidados são o doutor em Economia Elvino Mendonça e a doutora em Direito Internacional Karla Margarida.
Reapresentação: 27/1, às 20h.

20h30 – Iluminuras
Um texto narrativo curto, com linguagem simples e histórias do nosso cotidiano. O Iluminuras desta sexta-feira é sobre as crônicas. Presentes em jornais, revistas, livros, elas contam com requisitos variados para agradar ao público. Temas da atualidade, sátira, ironia, humor, crítica, sentimentos. Falam de tudo um pouco. Um estilo literário que faz o leitor interagir com o autor. Para falar sobre o gênero narrativo, o programa recebe dois jornalistas e cronistas: Bernardo de Andrade Carvalho e Conceição Freitas.
Reapresentações: 26/01, às 20h30; 27/01, às 20h30; 28/01, às 18h; 29/01, às 22h e 30/01, às 13h30.

Domingo, 27/1

12h – Fórum
O encarceramento não tem sido suficiente para diminuir os índices de criminalidade no país e, para especialistas, o fortalecimento da pena alternativa pode ser uma saída mais eficaz. A lei prevê regras rígidas para concessão do benefício. Uma delas é a aplicação desse tipo de pena para os delitos de menor gravidade. O programa desta semana discute o tema com Lucinei Vilela, presidente da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados, e Reinaldo Rossano, defensor público e coordenador do Núcleo de Execuções Penais.

12h30 – Link CNJ
O programa entrevista Rodrigo Capez, juiz auxiliar da Presidência CNJ, que fala sobre as ações do Judiciário para 2019 visando ao fortalecimento à rede de enfrentamento à violência contra as mulheres. Traz, ainda, reportagem sobre Tribunal do Júri, a implantação do Sistema Eletrônico de Execução Unificada no TJDFT e as últimas notícias do CNJ.

21h – Reflexões
A Política Judiciária Nacional de Tratamento Adequado de Conflitos, prevista pela Resolução 125 do Conselho Nacional de Justiça, aponta métodos consensuais, principalmente a conciliação e a mediação, para resolver problemas. Mas como isto funciona na prática? Qual a influência da entrada em vigor do novo Código de Processo Civil em 2015, que tornou obrigatórias as audiências de conciliação? É o que você vai ver no debate entre o jurista André Ramos Tavares, a consultora jurídica da TV Justiça Gisele Reis, o doutor em Direito Erick Vidigal e o professor de Direito Civil Rodrigo Ferreira

21h30 – Refrão
O cantor e compositor Bruno Solto é o convidado do Refrão desta semana. O ex-vocalista e fundador da Banda Volver recorda momentos da carreira e situações engraçadas que o grupo passou. Bruno fala das dificuldades sobre investimentos no cenário da música independente e relembra a polêmica criada com a música “Mangue Beatle”, quando fazia parte da banda Volver. Na carreira solo, mostra como foram criados os dois discos, “Estado de Nuvem”, de 2013, e “Forte”, de 2016, com composições inéditas.
Reapresentações: 28/1, às 13h30; 29/1, às 21h30; 31/1, às 22h; 1º/2, às 13h30; e 2/2, às 21h30.

Fonte: TV Justiça

Fonte: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=401705
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *