Congresso tem dificuldade em aprovar medidas de combate ao racismo, diz Paim

O senador Paulo Paim (PT-RS) disse, em pronunciamento nesta quarta-feira (9), que o Brasil vive um descaso social e distanciamento dos direitos humanos, amargurando uma falsa democracia racial, a qual chamou de “apartheid brasileiro”. Segundo o senador, o Congresso Nacional tem dificuldade em aprovar medidas que combatam efetivamente o racismo. 

— Os grupos dominantes sabem que as mazelas do país só serão desenvolvidas por meio da política, pois as mudanças precisam ser profundas na estrutura social e econômica, e isso passa pelo mundo político. Necessitamos sim de negros e negras na política dos três Poderes. 

Paim falou ainda sobre a decisão do Tribunal Superior Eleitoral que aprovou, a partir de 2022, a distribuição de recursos do fundo de financiamento de campanha de forma proporcional ao total de candidatos negros que a legenda apresentar.

— Os partidos, no meu entendimento, deveriam se antecipar e aplicar a decisão já este ano, apoiando candidaturas de negros e negras. O sistema político partidário do Brasil infelizmente não é bom para a maioria, é só para uma minoria. Esse mecanismo alimenta a desigualdade social e o racismo estrutural — afirmou o senador.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2020/09/09/congresso-tem-dificuldade-em-aprovar-medidas-de-combate-ao-racismo-diz-paim
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *