Governador de Roraima pede recursos para atender venezuelanos

Na audiência pública desta quinta-feira (9) na Subcomissão Temporária da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional, que trata da crise na Venezuela (CRESTV), o governador de Roraima, Antonio Denarium, pediu que o governo federal destine cerca de R$ 30 milhões por mês, além de ressarcir o estado, pelas despesas já feitas em razão da imigração de venezuelanos. O presidente da subcomissão, senador Temário Mota (Pros-RR), elogiou a Operação Acolhida do governo federal, mas defende o aporte de mais recursos para o enfrentamento da situação “preocupante” que Roraima vive.

Só nos últimos 12 meses, Roraima recebeu cerca de 200 mil venezuelanos, informou Denarium. Ele contou que a imigração de venezuelanos impacta os serviços públicos. Mais da metade dos leitos de hospitais está ocupada por eles e, dos 46 bebês internados na UTI neonatal, 40 são filhos de venezuelanas. Disse também que a rede pública de educação matriculou cinco mil crianças vindas daquele país.

— Nós precisamos, por mês, no mínimo, de cerca de R$ 30 milhões para atender essa grave crise migratória venezuelana, que é uma crise sem precedentes. É importante lembrar que a Venezuela faz fronteira é com o Brasil, não é com Roraima. E o problema da migração venezuelana não é só de Roraima. O problema é do Brasil — ressaltou.

O presidente da comissão temporária que acompanha a crise na Venezuela, senador Telmário Mota (Pros-RR), cobrou do governo federal o ressarcimento das despesas com os imigrantes. Ele lembrou que o dinheiro liberado recentemente foi para a Operação Acolhida do Ministério da Defesa.

— Assim como o governo colocou R$ 223 milhões para atender a Acolhida — e olha, a Acolhida é só o custeio. É alimentação, são as tendas, as diárias e a locomoção do Exército. É só isso. O Exército não entra com saúde, não entra com emprego. Então, que atenda ali a demanda do custeio que foi proposto, mas o governo precisa andar. A situação de Roraima é realmente preocupante — explicou.

A comissão foi criada no âmbito da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) para acompanhar a situação política, econômica e social na Venezuela e os impactos que a crise gera no Brasil.

(Da Rádio Senado)

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2019/05/09/governador-de-roraima-pede-recursos-para-atender-venezuelanos
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *