Indicados para duas embaixadas na África serão sabatinados na quarta

A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) promove na quarta-feira (21) sabatina com os diplomatas Fábio Guimarães Franco e José Augusto Silveira de Andrade Filho, indicados para chefiar as Embaixadas do Brasil na Guiné-Bissau e na Namíbia, respectivamente. A reunião tem início às 10h na sala 7 da ala Alexandre Costa.

Currículos

Entre as funções desempenhadas por Fábio Guimarães Franco na chancelaria, na administração federal e em postos no exterior destacam-se as de assistente e subchefe da Divisão da Ásia e Oceania I (1993-96); encarregado de negócios na embaixada em Hanói (1996); assistente do diretor do Instituto Rio Branco (1996-97); embaixada junto à Santa Sé (1997-01); cônsul-adjunto no Consulado-Geral em Montevidéu (2001-04); chefe do Daex/Setor de Contratados Locais (2004-05); encarregado de negócios na embaixada em Kinshasa (2004); chefe do Cerimonial do Ministério da Justiça (2005-06); subchefe da Divisão da América Meridional II (2006-08); cônsul-adjunto no Consulado-Geral em Washington (2008-11); embaixada em Luanda (2011-15); e diretor do escritório comercial em Taipé (2015). A indicação para a embaixada do Brasil em Guiné-Bissau é relatada pelo senador Lasier Martins (PSD-RS).

Indicado para a Embaixada do Brasil na Namíbia, José Augusto Silveira de Andrade Filho já desempenhou as funções de primeiro-secretário na missão junto à Organização dos Estados Americanos (OEA), em Washington (2000-04); primeiro-secretário na delegação permanente junto à Aladi e ao Mercosul, em Montevidéu (2004- 06); conselheiro na Embaixada do Brasil em La Paz (2006-09); conselheiro no Consulado-Geral em Londres (2009-11); conselheiro e ministro-conselheiro na embaixada em Pretória (2011-15); e cônsul-geral no Consulado-Geral em Santa Cruz de la Sierra, de 2015 até o presente. A indicação é relatada pelo senador Airton Sandoval (MDB-SP).

Belarus

Após as sabatinas, será apresentado relatório sobre a indicação do diplomata Paulo Fernando Dias Feres para a embaixada do Brasil em Belarus, na Europa. O relatório, ao qual será concedida vista coletiva depois da leitura, é de autoria do senador Jorge Viana (PT-AC).

O currículo enviado pelo Itamaraty informa que Paulo Fernando serviu nas Embaixadas do Brasil em Pretória (1991-94); Tóquio (1995-98); Berlim (2006-07); Santiago (2007-10); e Lisboa (2010-16). Em 2000, foi chefe de gabinete da Secretaria de Assuntos Internacionais do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. No mesmo ano, assumiu a chefia da Divisão de Programas de Promoção Comercial, cargo em que permaneceu até 2006.

As relações diplomáticas entre Brasil e Belarus foram estabelecidas em 1992. A embaixada de Belarus em Brasília foi aberta somente em 2010. E a Embaixada do Brasil em Minsk, apenas no ano seguinte.

COMO ACOMPANHAR E PARTICIPAR

Participe:
http://bit.ly/audienciainterativa
Portal e-Cidadania:
senado.leg.br/ecidadania
Alô Senado (0800-612211)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2018/11/19/indicados-para-duas-embaixadas-na-africa-serao-sabatinados-na-quarta
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *