Laudemar Neto é aprovado como embaixador do Brasil no Irã

O Plenário do Senado confirmou, nesta quarta-feira (23) o nome do diplomata Laudemar Gonçalves de Aguiar Neto para chefiar a embaixada do Brasil no Irã. Foram 38 votos favoráveis e 3 contrários. A aprovação da indicação (MSF 44/2020) será comunicada oficialmente à Presidência da República.

Laudemar Neto nasceu em Niterói (RJ) em 1960 e concluiu o curso de preparação à carreira de diplomata em 1982. Entre outros cargos, foi coordenador de Relações Internacionais da prefeitura do Rio de Janeiro (RJ), de 2013 a 2017. No exterior, trabalhou nas embaixadas breasileiras em Moscou, Paris e Montevidéu. É o embaixador do Brasil no Suriname desde 2017.

Durante sua sabatina na Comissão de Relações Exteriores (CRE), Laudemar destacou que os laços diplomáticos com o Irã vêm desde 1903 e que a atenção do Brasil no país é direcionada para os interesses comerciais e para a defesa dos direitos humanos. Segundo o diplomata, a questão nuclear é sensível na relação diplomática com o Irã. Ele ainda ressaltou o fluxo do comércio, manifestou preocupação com as consequências da pandemia do coronavírus e agradeceu a atenção do Senado com os indicados.

— A política exterior brasileira se beneficia cada vez mais da participação ativa do Legislativo — disse o futuro embaixador do Irã na CRE.

Os primeiros acordos de cooperação cultural foram assinados na década de 1950 e o Irã foi um dos primeiros países a instalar embaixada em Brasília, em 1960

O senador Antonio Anastasia (PSD-MG) foi o relator da indicação de Laudemar Neto. Anastasia destacou que o Irã tem uma população de 84 milhões de habitantes. O idioma oficial do Irã é o farsi (persa) e a religião de 89% dos iranianos é o islamismo xiita. Conforme informou o senador, as exportações brasileiras somaram US$ 2,2 bilhões e as importações brasileiras, US$ 116 milhões, resultando em um saldo amplamente favorável ao Brasil.

O Brasil é hoje importante fonte de alimentos para o país persa. O Irã tornou-se, nos últimos anos, o principal comprador de produtos agropecuários brasileiros na região do Oriente Médio, adquirindo sobretudo milho, soja e carne bovina. O país é, atualmente, o segundo maior importador de milho (13%), quinto maior importador de soja (2%) e quarto maior importador de carnes bovinas congeladas (4%) do Brasil.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2020/09/23/laudemar-neto-e-aprovado-como-embaixador-do-brasil-no-ira
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *