Lídice da Mata protesta contra demissões nos Correios e critica governo Temer

A senadora Lídice da Mata (PSB-BA) repudiou, nesta quarta-feira (16), o plano do governo federal de fechar mais de 500 agências dos Correios e demitir mais de 5 mil funcionários. Ela associou esses cortes à tentativa de privatização dos Correios e acusou o presidente da República, Michel Temer, de vender o patrimônio público de forma “desavergonhada”.

A senadora também criticou a Medida Provisória (MPV) 814/2017, que tramita na forma de projeto de lei de conversão, do deputado Júlio Lopes (PP-RJ). O texto editado pelo governo, em vigor até o dia 1º de junho, permite a privatização da Eletrobras. Já o parecer aprovado pela comissão mista, apesar de excluir o artigo mais polêmico, aumenta a abrangência da matéria.

Lídice da Mata também avaliou que a Petrobras está sob ameaça de “destruição”, por seu presidente, Pedro Parente, de modo a facilitar sua venda à iniciativa privada. Lídice da Mata cobrou mobilização contra essa série de “crimes contra o povo brasileiro” e disse esperar que o Senado não se dobre aos projetos de privatização.

— O governo do presidente Temer, no entanto, quer passar para a história do Brasil como o governo mais entreguista que passou nesta nação. E nós não podemos permitir isto.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2018/05/16/lidice-da-mata-protesta-contra-demissoes-nos-correios-e-critica-governo-temer
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *