Maurício Corrêa recebe viúva de João Goulart

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Maurício Corrêa, recebeu hoje (31/3) à noite, a visita de cortesia da viúva do ex-presidente João Goulart, Maria Tereza Goulart. Na reunião, Maria Tereza contou ao ministro sobre as providências que estão sendo tomadas para que o Instituto João Goulart, atualmente localizado no Rio de Janeiro, seja transferido para Brasília.

 

Também estavam presentes, à audiência, o filho de João Goulart e presidente efetivo do instituto, João Vicente Goulart, e os diretores Mara Nunes e Jorge Funari Alves. A instituição, da qual Maria Tereza é a presidente de honra, foi organizada há cinco anos com o objetivo de pesquisar a relação trabalho-capital e resgatar a memória do governo de João Goulart e a luta pelas reformas de base.

 

“Queremos trazer à tona os verdadeiros acontecimentos históricos como a intervenção americana no golpe que não é contada com todas as letras”, afirmou João Vicente Goulart. Ele ressaltou que outra finalidade do instituto é saber as conseqüências das reformas para o Brasil, se elas tivessem acontecido.

 

Segundo ele, a casa em que o presidente Goulart nasceu na cidade de São Borja, Rio Grande Sul, foi doada pela família Goulart para a prefeitura a fim de que o local seja transformado em um museu com objetos pessoais do ex-presidente.

 

Em Brasília, o instituto reservaria espaço para depoimentos, vídeos e documentos sobre o governo e a vida do ex-presidente João Goulart, no qual a população teria acesso. “Convênios com universidades devem ser feitos”, finaliza João Vicente Goulart.

 


Maurício Corrêa com Maria Tereza (cópia em alta resolução)

 

#EC/RR//AM

Fonte: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=62494
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *