No Dia Nacional da Saúde, senadores apontam trabalho de médicos, enfermeiros e cientistas no combate à pandemia

A importância dos profissionais da saúde no combate da pandemia do novo coronavirus foi lembrada por senadores nas redes sociais nesta quarta-feira (5), Dia Nacional da Saúde. A data marca o nascimento do médico sanitarista Oswaldo Cruz (1872-1917), grande responsável pelo combate de epidemias no Brasil no início do século 20, e tem como objetivo conscientizar a população sobre a educação sanitária.

O senador Jaques Wagner (PT-BA) ressaltou o esforço e dedicação dos profissionais da saúde, que pra ele, “se tornaram verdadeiros heróis” diante da pandemia.

— Nossa gratidão e reconhecimento aos profissionais que arriscam suas vidas diariamente para tratar, cuidar e proteger as pessoas — disse Jaques Wagner.

O senador Izalci Lucas (PSDB-DF) reforçou a necessidade do cuidado coletivo com a saúde.

— No Dia Nacional da Saúde, devemos lembrar o esforço que milhares de profissionais da saúde estão fazendo na contenção da Covid-19 por todo Brasil. Logo vamos sair dessa — afirmou.

O senador Alvaro Dias (Podemos-PR) destacou a trajetória de Oswaldo Cruz. “Aproveitamos esta data para dar os nossos parabéns a todos os profissionais de saúde que têm se desdobrado para atender a população neste momento de tamanha dificuldade”, publicou.

Os senadores Eduardo Gomes (MDB-TO) e Sérgio Petecão (PSD-AC) também lembraram a data. Petecão sublinhou que a data tem o objetivo de ~conscientizar a sociedade brasileira sobre a importância da educação sanitária, despertando na população o valor da saúde e dos cuidados para com ela”. 

Ciência

Alguns senadores médicos, aproveitaram o dia da saúde para homenagear os seus colegas de profissão. Para Confúcio Moura (MDB-RO), neste ano existem, mais que nunca, razões para celebrar o Dia Nacional da Saúde. “Aproveitando a oportunidade para também homenagearmos estes verdadeiros heróis e heroínas, que são os profissionais de saúde”, ressaltou.

Já a senadora Zenaide Maia (Pros-RN), também é médica, aproveitou a data para homenagear os profissionais da ciência. “Neste dia da Saúde, nosso agradecimento a todos os cientistas que pesquisam dia e noite para descobrir uma vacina contra a covid-19. E nossa torcida para que aumente a conscientização sobre a importância da prevenção”, ressaltou.

Os senadores Marcelo Castro (MDB-PI) e José Serra (PSDB-SP),ex-ministros da Saúde, destacaram a importância de celebrar a data. Serra relembrou algumas de suas ações que marcaram a história da saúde no Brasil. Como a aprovação da Lei dos Genéricos, que reduziu o peço dos remédios, a criação do Programa de Combate à Aids e da Anvisa.

“Muitas das minhas realizações beneficiam os brasileiros até os dias de hoje, como os medicamentos genéricos e a Anvisa, que nasceu para promover e proteger a saúde da população”, observou.

Pandemia

Nas redes sociais, senadores criticaram a atuação do presidente da Republica, Jair Bolsonaro, no combate da pandemia.

Para Fabiano Contarato (Rede-ES), a saúde é prioridade. De acordo com o senador, o reconhecimento dos profissionais da saúde deve começar por salários justos. “Hoje, no Dia Nacional da Saúde, precisamos refletir sobre a importância da área. Sem saúde, não somos nada. Enquanto vivemos uma pandemia com mais de 90 mil mortes no Brasil, temos um presidente que não se importa com as dores dos profissionais que estão na linha de frente”, observou.

Mesma opinião tem o senador e médico, Rogério Carvalho (PT-SE), para quem o Dia Nacional da Saúde tem pouco a se comemorar. O senador julga que as quase 100 mil vidas perdidas são vítimas de irresponsabilidade do presidente da República. Para ele, a valorização do dia vai para a atuação dos profissionais que se mantiveram na linha de frente no combate à pandemia.

“Pena que o Bolsonaro tenta derrubar todas as nossas ações que buscam o reconhecimento destes verdadeiros heróis do Brasil. Soma-se a esse descaso, a Emenda Constitucional 95 que retirou mais de R$ 20 bilhões do SUS, somente o ano passado, declarou.

Otto Alencar (PSD-BA) ressaltou que, na condição de médico e senador, a prevenção deve acontecer acompanhada de ação. “Vivemos um momento diferenciado. O dia de hoje reforça esse compromisso”, enfatizou.

Para o senador Paulo Rocha (PT-PA), é preciso que a sociedade lute pelo Sistema Único de Saúde. “Temos o que comemorar? Não. Mas você pode defender o SUS”, publicou.

Oswaldo Cruz

O Dia Nacional da Saúde foi oficializado através da Lei 5.352, de 1967. A data é dedicada a recordar Oswaldo Cruz e suas realizações, como a criação do Instituto Soroterápico Federal, atualmente conhecido como Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e da fundação da Academia Brasileira de Ciências.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2020/08/05/no-dia-nacional-da-saude-senadores-apontam-trabalho-de-medicos-enfermeiros-e-cientistas-no-combate-a-pandemia
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *