Nos 202 anos de emancipação de Alagoas, Rodrigo Cunha diz que é necessário um ‘parto social’

O senador Rodrigo Cunha (PSDB-AL) comemorou em Plenário, nesta segunda-feira (16), o aniversário de 202 anos de emancipação política do estado de Alagoas. O parlamentar destacou a cultura, a culinária peculiar e as belezas naturais que fazem do estado um destino turístico, e citou personalidades alagoanas como o escritor Graciliano Ramos e o poeta Jorge de Lima.

Na opinião do parlamentar, apesar de ser um momento comemorativo, é preciso registrar os indicadores sociais do estado são os piores possíveis, com um terço de sua população  – quase um milhão de pessoas – abaixo da linha da pobreza.

— Apesar de termos legado tantas personalidades ao Brasil, infelizmente ainda é atual o cenário de Vidas Secas, o mesmo que deu origem a uma das maiores obras literárias brasileiras escrita pelas mãos do alagoano Graciliano Ramos, [..] O que me tem motivado a pleitear por uma vaga neste Senado Federal foi a oportunidade de aqui fazer com que outra Alagoas pudesse de fato renascer. Mais do que um novo pacto social, o que de fato precisamos é de um verdadeiro parto social, ou seja, que se provoque um renascimento, um ressurgimento com nova energia.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2019/09/16/nos-202-anos-de-emancipacao-de-alagoas-rodrigo-cunha-diz-que-e-necessario-um-parto-social
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *