Organização de mulheres entrega a Eunício manifesto pela inclusão do Cerrado como patrimônio nacional

O presidente do Senado, Eunício Oliveira, recebeu, nesta terça-feira (3), integrantes da Aliança das Mulheres que Amam Brasília (AMA). O grupo apresentou um manifesto em favor da inclusão do Cerrado como Patrimônio Nacional.

O manifesto solicita agilidade na aprovação da PEC 115/1995, que é analisada em conjunto com a PEC 504/2010, em tramitação na Câmara dos Deputados. A proposta de emenda à Constituição modifica o parágrafo 49 do artigo 225 da Constituição Federal, para reconher o Cerrado como Patrimônio Nacional. Atualmente, enquadram-se nesse status de reconhecimento o Pantanal, a Floresta Amazônica, a Mata Atlântica e a Serra do Mar.

A presidente da AMA, Cosete Ramos, disse que, se o ritmo de devastação continuar, o bioma pode desaparecer.

– Temos que preservar o Cerrado. Isso é importante para as futuras gerações. O presidente Eunício se mostrou sensível ao nosso apelo. Ele disse que vai fazer o possível para nos ajudar – disse Cosete após o término da reunião.

O Cerrado é o segundo maior bioma brasileiro, localizado em uma grande área do Brasil Central. Com cerca de 2 milhões de km², se estende em área contínua por 11 estados brasileiros: Bahia, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Piauí, São Paulo e Tocantins.

Da Assessoria de Imprensa da Presidência do Senado

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2018/04/03/organizacao-de-mulheres-entrega-a-eunicio-manifesto-pela-inclusao-do-cerrado-como-patrimonio-nacional
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *