Para Alvaro, conversa entre Moro e Deltan não compromete provas usadas na Lava Jato

O Senador Alvaro Dias (Pode-PR) afirmou nesta segunda-feira (10), em Plenário, que o teor do diálogo entre o ministro da Justiça, Sérgio Moro, na condição de juiz federal, e o Procurador da República, Deltan Dallagnol, divulgada pelo site The Intercept, não compromete qualquer prova usada para condenar envolvidos na Lava jato. Para ele o que houve foi um “verdadeiro crime de invasão de privacidade” e os invasores devem ser responsabilizados por agirem ao longo do tempo com o objetivo de enfraquecer a Lava jato.

O Senador acredita que o teor do diálogo, se autêntico for, serve como atestado de boa conduta de Moro e Dallagnol, que estavam combatendo, segundo ele, criminosos perigosos, fato que exigia a estreita interação entre o judiciário e o Ministério Público (MPU).

— Eles não estavam investigando e julgando crimes com penas leves, criminosos comuns, aqueles que assaltam na esquina ou que roubam o boteco no bairro. eles estavam investigando para julgar grandes criminosos, barões da corrupção, ladrões do dinheiro público, assaltantes do brasil, que são ladrões e assassinos — disse.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2019/06/10/para-alvaro-conversa-entre-moro-e-deltan-nao-compromete-provas-usadas-na-lava-jato
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *