Para Humberto, posição de Bolsonaro sobre vacinação é equivocada

O senador Humberto Costa (PT-PE) criticou, em pronunciamento nesta quinta-feira (3), a declaração do presidente Jair Bolsonaro de que “ninguém é obrigado a se vacinar contra a covid-19″. Para Humberto, a posição de Bolsonaro é “absolutamente equivocada”, pois quando o interesse coletivo está em jogo, a liberdade individual perde sentido. 

— É inteiramente absurdo que alguém imagine que a vacinação deva ser algo de mera escolha das pessoas. Só teremos o controle da doença se a maior parte da população estiver imunizada. A vacinação é o caminho mais rápido e com menos prejuízos para que essa imunização aconteça.

De acordo com o senador, que é médico e foi ministro da Saúde no primeiro governo do presidente Lula, a lei que decretou o estado de calamidade pública e emergência no país já previa a obrigatoriedade de vacinação das pessoas. Humberto destacou que a medida foi enviada pelo próprio governo federal e aprovada pelo Congresso Nacional no mês de fevereiro. Para o senador, isso demonstra que o presidente não foi “sequer capaz de ler aquilo que enviou ao Congresso”.

Humberto destacou ainda que, do ponto de vista econômico, a declaração do presidente também é equivocada.

— Em vários lugares onde a retomada das atividades está acontecendo e os trabalhadores passam a ser acometidos pela doença, a atividade econômica tem que ser suspensa novamente. Se nós queremos fazer com que o Brasil volte a trabalhar, que a economia ande a pleno vapor, temos que garantir que a maior parte da população esteja imune à covid-19 — afirmou o senador.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2020/09/03/para-humberto-posicao-de-bolsonaro-sobre-vacinacao-e-equivocada
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *