Paulo Rocha adverte contra ameaças de ruptura da ordem democrática

O senador Paulo Rocha (PT-PA) afirmou em Plenário, nesta quarta-feira (4), que o Brasil vive novamente os perigos do rompimento do regime democrático. Ele mencionou a polarização política e lamentou que tenha de voltar a falar sobre a ditadura militar, relembrando a perseguição que ele próprio sofreu, enquando muitas lideranças sindicais pagavam com a vida por sua ação política.

Ele lamentou a declaração do comandante do Exército, general Eduardo Villas Boas, pelo Twitter, que a seu ver despertou temores de uma nova ruptura na ordem democrática. O senador defendeu o ex-presidente Lula, cujo habeas corpus está em julgamento pelo Supremo Tribunal Federal nesta quarta.

Paulo Rocha também criticou os que, tendo apoiado a volta à democracia no passado, tenham dado suporte ao que ele chamou de golpe contra a ex-presidente Dilma Rousseff para assumir o poder e acabar com direitos que foram conquistados depois de muita luta.

— Está aí o processo. A elite brasileira se aproveitou desse golpe e avançou no golpe na democracia, no golpe no governo, no golpe na economia, no golpe no Orçamento da União. Por isso que nós estamos vendo aí o corte no orçamento das universidades, o corte nos direitos dos trabalhadores, que foram ganhos nas ruas, nas greves, no sacrifício e morte de algumas lideranças — afirmou Paulo Rocha.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2018/04/04/paulo-rocha-adverte-contra-ameacas-de-ruptura-da-ordem-democratica
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *