Plenário do CNJ aprecia relatórios de mutirões carcerários nesta terça-feira

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) realiza sua 121ª sessão plenária nesta terça-feira (01/03) com 77 itens a serem julgados. Entre os destaques da pauta está o relatório dos 12 mutirões carcerários realizados pelo Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e de Medidas Sócio Educativas (DMF/CNJ) (PA 0000684-66.2011.2.00.0000) durante o ano passado. Os mutirões foram realizados nos seguintes estados: Acre, Alagoas, Amazonas, Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Tocantins e Distrito Federal. O relator é o conselheiro Walter Nunes da Silva Jr.

 

 

Os conselheiros também vão julgar pedido de providência (PP 0004855-03.2010.2.00.0000) para que o CNJ defina parâmetros para a atuação dos juízes de execução penal em relação à gravação de áudio e vídeo das conversas entre presos, familiares e visitantes em geral – tema remanescente da última sessão. O PP tem como requerentes, seccionais da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Mato Grosso do Sul e no Paraná e o Conselho Federal da OAB. Está sendo relatado pelo conselheiro Paulo Tamburini.

Juízes leigos – Constam na pauta, ainda, pedidos de providências para que o CNJ encaminhe duas determinações ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS). No primeiro caso, para que o tribunal dê início a processo de seleção de advogados com mais de dois anos de experiência para que estes possam atuar como juízes leigos nos juizados especiais (PP 0007929-65.2010.2.00.0000). No segundo, para que o TJRS uniformize os critérios para seleção e exercício da função destes juízes leigos nos juizados especiais (PP 0007642-05.2010.2.00.0000). Ambos os pedidos estão sob a relatoria do conselheiro Walter Nunes da Silva Jr.

Outras matérias previstas para serem apreciadas nesta terça-feira são: pedido de providências (PP 0007009-91.2010.2.00.0000) em que a requerente impugna a devolução da lista sêxtupla para preenchimento da vaga de desembargador do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) reservada ao quinto constitucional dos advogados. E, também, recurso administrativo (0000116-50.2011.2.00.0000) interposto contra decisão monocrática final que determinou o arquivamento de procedimento que tinha como objetivo sustar os efeitos de acórdão do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) para instauração de processo administrativo disciplinar. Ambos têm como relator o conselheiro Ives Gandra Martins Filho.

A sessão começa a partir das 9h da terça-feira, no plenário do CNJ, localizado no 2º. Andar do Anexo I do Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília.

Edson Quadros
Hylda Cavalcanti
Agência CNJ de Notícias

Fonte: http://www.cnj.jus.br/noticias/cnj//noticias/cnj/13370-plenario-do-cnj-aprecia-relatorios-de-mutiroes-carcerarios-nesta-terca-feira
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

2 thoughts on “Plenário do CNJ aprecia relatórios de mutirões carcerários nesta terça-feira

  1. Have you ever heard of second life (sl for short). It is essentially a game where you can do anything you want. sl is literally my second life (pun intended lol). If you would like to see more you can see these second life authors and blogs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *