Precisamos priorizar a educação, pede Kajuru

O senador Jorge Kajuru (PSB-GO) pediu que as autoridades priorizem a educação, ao apresentar nesta quinta-feira (14) dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) que indicam o atraso no cumprimento das metas do Plano Nacional de Educação (PNE). Das 20 metas definidas no plano, informou, apenas uma estaria sendo cumprida. Para ele, além do baixo investimento, a má gestão dos recursos públicos tem inviabilizado melhorias no ensino público de qualidade.

— O investimento público em educação está abaixo do percentual do PIB [Produto Interno Bruto] previsto para ser alcançado até 2024. Ora, o desempenho do Brasil no Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) é precário, justamente porque o Brasil ainda não investe o que precisa em educação. Ou, quando investe, padece de má gestão. E é bom que lembremos que recursos públicos para educação não configuram gastos. Ao contrário, meu Deus!, orçamento para a educação é investimento, investimento, e nunca gasto — ressaltou.

Kajuru citou como desafios a serem atingidos o aumento do número de matrículas na pré-escola e em creches, mais ofertas de escolas em tempo integral, além da qualificação, plano de carreira e melhorias nos salários dos professores. Ele informou que os dados ainda indicam a classe social e a cor como fatores de exclusão dos adolescentes na educação pública, principalmente no ensino médio, e pediu atenção do governo no cumprimento do PNE.

— Em tempos de fake news, em que autoridades da educação se ocupam em bisbilhotar os pátios das escolas para saber se as crianças estão perfiladas, cantando o Hino Nacional, recitando o lema do governo federal, etc, em vez de se concentrar nas metas do PNE — criticou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2019/03/14/precisamos-priorizar-a-educacao-pede-kajuru
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *