Proposta oficializa Outubro Rosa

Destinar oficialmente o mês de outubro à conscientização sobre o câncer de mama no país, integrando o Brasil ao movimento internacional conhecido por Outubro Rosa, e estabelecer ações de divulgação sobre a doença é o objetivo do Projeto de Lei da Câmara (PLC) 32/2018, que está pronto para votação na Comissão de Assuntos Sociais (CAS).

Pelo texto da deputada Carmen Zanotto (PPS-SC), em todos os meses de outubro devem ser realizadas atividades para alertar a população sobre a doença, como expandir a iluminação dos prédios públicos com luzes cor de rosa; promover palestras, eventos e atividades educativas; veicular campanhas de mídia e informar a população por meio de banners, folders e outros materiais ilustrativos sobre a prevenção, o diagnóstico e o tratamento desse tipo de neoplasia.

Segundo a autora, o câncer de mama é a maior causa de morte por câncer entre as mulheres. Estima-se que sejam  520 mil mortes por ano em todo o mundo. A relatora na CAS, Marta Suplicy (MDB-SP), acrescentou que é o segundo tipo de neoplasia maligna mais comum em mulheres no Brasil e a que mais mata.

O Instituto Nacional de Câncer (INCA), segundo dados apresentados pela senadora, estima que, em 2018, cerca de 60 mil novos casos da doença sejam diagnosticados. Em 2016, de acordo com o Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde (DataSUS), mais de 16 mil mulheres morreram por causa da doença.

— Essas informações evidenciam a importância de medidas de prevenção ao câncer de mama e de rastreamento para o seu diagnóstico precoce, ocasião em que o tratamento é mais eficaz em reduzir tanto a morbidade, quanto a mortalidade. Evidencia-se, nesse contexto, a importância da campanha “Outubro Rosa”, que visa advertir a população sobre o câncer de mama e sobre as medidas de prevenção, diagnóstico e tratamento da doença — opinou Marta em seu relatório favorável à proposta.

EUA

O Outubro Rosa é um movimento internacional e a cor vem do laço rosa, que simboliza mundialmente a luta contra o câncer de mama. O objetivo é estimular a participação da população, empresas e entidades nas ações para divulgação de informações sobre a doença. Ele teve início nos Estados Unidos, onde vários estados promoviam no mês de outubro ações isoladas sobre o câncer de mama e a necessidade de fazer exames como a mamografia. Posteriormente, com a aprovação pelo Congresso americano, o mês de outubro se tornou o mês nacional de prevenção do câncer de mama no país. De lá, a ideia se propagou para o mundo: França, Alemanha, Grécia, Reino Unido, Croácia, Rússia, Egito, África do Sul, Índia, Turquia, Filipinas, Canadá, México, Argentina, Chile, Brasil, Austrália, entre outros países.

No Brasil, diz-se que a primeira iniciativa de iluminação rosa de um prédio público tenha ocorrido em 2002, na cidade de São Paulo, no Mausoléu do Soldado Constitucionalista — um obelisco do parque Ibirapuera. Desde então, o movimento só cresce.

Depois de aprovado na CAS, o projeto segue para análise em Plenário.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2018/08/16/proposta-oficializa-outubro-rosa
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *