Seminário explica funcionamento da Justiça a partir de fatores sociais e econômicos

As causas dos conflitos judiciais no Brasil serão debatidas nesta segunda-feira (1º/7), durante o 3º Seminário de Jurimetria, Direito e Estatística: Desenvolvimento e Litigiosidade – como o Crescimento Econômico Afeta o Funcionamento da Justiça. O evento, que ocorrerá em São Paulo/SP, conta com o apoio do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Participarão como palestrantes os conselheiros José Guilherme Vasi Werner, José Roberto Neves Amorim e Bruno Dantas, assim como a diretora do Departamento de Pesquisas Judiciárias do CNJ, Janaína Penalva.

Jurimetria é a disciplina que estuda o Direito por meio da Estatística. O principal objetivo do seminário, portanto, é explicar – a partir de perspectivas sociais e econômicas – como o Brasil passou a deter um dos maiores sistemas jurídicos do mundo, com mais de 90 milhões de processos em tramitação, segundo a pesquisa Justiça em Números, produzida pelo CNJ. Nesse sentido, o evento se propõe a debater, entre outros fatores, o impacto, nos tribunais brasileiros, da ascensão da nova classe média.

O seminário é promovido pela Associação dos Advogados de São Paulo (AASP), pela Associação Brasileira de Jurimetria (ABJ), pelo Instituto de Matemática e Estatística da USP (IME-USP) e pelo Instituto Victor Nunes Leal (IVNL) e será realizado na sede da AASP, das 9h às 17h30. As inscrições são gratuitas. 

Veja a programação.

Serviço:
3º Seminário de Jurimetria, Direito e Estatística: Desenvolvimento e Litigiosidade – como o Crescimento Econômico Afeta o Funcionamento da Justiça
Quando: segunda-feira, 1º/7
Local: Associação dos Advogados de São Paulo (AASP) – Rua Álvares Penteado, 151 – Centro, São Paulo.

Giselle Souza
Agência CNJ de Notícias

Fonte: http://www.cnj.jus.br/noticias/cnj//noticias/cnj/25305-seminario-explica-funcionamento-da-justica-a-partir-de-fatores-sociais-e-economicos
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *