Senado homenageia patrono do Instituto de Medicina de Recife

O Senado realiza sexta-feira (24) sessão solene para homenagear o centenário do nascimento do professor Fernando Figueira, fundador do Instituto Materno Infantil de Pernambuco (Imip), hoje chamado de Instituto de Medicina de Recife, de onde se tornou patrono. O evento tem início às 11h, em Plenário.

Diplomado em 1940 pela Faculdade de Medicina do Recife, Fernando Figueira iniciou sua vida profissional como clínico geral em Quebrangulo, interior de Alagoas. Em 1948, foi médico do Hospital das Clínicas e Assistente da Cadeira de Clínica Pediátrica na Universidade de São Paulo (USP). Após nove anos, voltou ao Recife obtendo com distinção a livre docência.

Nos anos seguintes, adquiriu experiência profissional como professor visitante nos Estados Unidos, México e Paris. Através de concurso, assumiu a cátedra da disciplina de Pediatria da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em 1960 e, em seguida, o cargo de professor titular da Faculdade de Ciências Médicas. Na área científica, Fernando Figueira publicou seis livros e mais de 100 trabalhos, tendo sido secretário de Saúde no governo de Eraldo Gueiros (1971-1975).

Além da criação do Imip, que posteriormente passou a se chamar Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira, o professor também criou as seguintes instituições: Fundação de Saúde Amaury de Medeiros (Fusam); Laboratório Central de Pernambuco (Lacen); Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam); Centro de Oncologia da Faculdade de Ciências Médicas (Ceon); Academia Pernambucana de Medicina; Centro de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco (Hemope); Associação Pernambucana de Médicos Generalistas; Associação Brasileira de Reprodução e Nutrição em Saúde Materno Infantil; Associação do Diabético Jovem; Associação Pernambucana de Apoio aos Portadores de Fibrose Cística; e a Fundação Alice Figueira de Apoio ao Imip (FAF). Em Alagoas, fundou o Clube de Xadrez para a comunidade de Quebrangulo e o Clube Cultural Recreativo Monte Castelo. Fernando Figueira faleceu em 1º de abril de 2003, aos 84 anos.

A homenagem ao professor foi requerida pelo senador Humberto Costa (PT-PE) e pelos deputados Felipe Carreras e João H. Campos, ambos do PSB de Pernambuco.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2019/05/16/senado-homenageia-patrono-do-instituto-de-medicina-de-recife
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *