Senado quer saber opinião do usuário sobre portal da Atividade Legislativa

O Senado quer saber a opinião do usuário sobre o portal da Atividade Legislativa, que reúne informações, inclusive em tempo real, sobre as sessões do Plenário e do Congresso, as reuniões das comissões, os projetos em discussão e votação, as notas taquigráficas e os parlamentares inscritos para falar, entre outras.

O questionário pode ser acessado aqui. Basta clicar, no topo da página, em “Encontrou o que procurava? Conte-nos sua experiência”.

Segundo João Vítor Moreno, do Serviço de Modernização e Projetos (Semop), vinculado à Secretaria de Informação Legislativa (Sinfleg), a ideia é consultar diretamente quem usa o site, principalmente o público externo, sobre a usabilidade do portal.

— A partir disso, teremos subsídio para reformular a página, pensando na melhoria da experiência do usuário. Queremos construir uma solução com foco no cidadão e não apenas no que cada setor [do Senado] quer mostrar. Estamos consultando o usuário para entender o que ele quer, se está satisfeito, para atendê-lo melhor — diz João Vítor.

A iniciativa faz parte do projeto de reformulação do portal da Atividade Legislativa, que está sendo feito pela Secretaria–Geral da Mesa (SGM) em parceria com a Secretaria de Tecnologia da Informação (Prodasen).

Expressões técnicas

A consulta foi iniciada segunda-feira (5) e ficará disponível por cerca de três semanas. Membro do Comitê de Internet do Senado, Washington Brito afirma que as respostas permitirão à Casa conhecer as dificuldades do usuário para encontrar a informação que procura.

— Incluímos a pesquisa em todas as páginas do portal. Uma das coisas que perguntamos é a dificuldade para acessar o site. Mas às vezes é mais do que isso. O usuário entende, por exemplo, o que é avulso? Ele sabe o que é Ordem do Dia? Ele entende o que é matéria? A gente busca entender o usuário para encontrar um jeito mais fácil de falar com ele.

Washington refere-se à pergunta do questionário sobre expressões típicas do legislativo. Entre as citadas por Brito, há outras, como notas taquigráficas, pronunciamento, proposição e sessão plenária. Existem também perguntas sobre o tipo de informação mais procurada, a profissão do usuário e a disposição dele para indicar o portal a outras pessoas.

Amostras

A versão final do questionário foi elaborada pela equipe do DataSenado, instituto de pesquisa vinculado à Secretaria de Transparência da Casa. O levantamento não está trabalhando com amostras nem selecionando aleatoriamente as pessoas. Respondem ao questionário as pessoas que se voluntariam, explica Marcos Ruben de Oliveira, coordenador substituto da Secretaria.

— É uma avaliação do portal. Nós não vamos saber qual é a experiência do usuário como um todo, mas sim detectar, a partir das respostas, os pontos que devem ser melhorados. O objetivo é buscar opinião de quem usa o portal para melhorar o próprio portal.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2018/11/07/senado-quer-saber-opiniao-do-usuario-sobre-portal-da-atividade-legislativa
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *