Supremo defere liminar para DF descontar a previdência de seus servidores

A presidente em exercício do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Ellen Gracie, deferiu liminar na Suspensão de Segurança (SS 2602) ajuizada pelo Distrito Federal. A decisão suspende acórdão e liminar concedidos em mandados de segurança pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), que determinou a suspensão do desconto da contribuição da contribuição previdenciária sobre os proventos de servidores, com fundamento na Emenda Constitucional 41/03.

Na ação, o Distrito Federal sustenta que a manutenção da liminar deferida pelo TJDFT causa lesão à ordem, segurança e economia públicas. Diz, ainda, que a administração pública do Distrito Federal está sendo compelida a não proceder ao desconto da contribuição previdenciária.

Na decisão, a ministra Ellen Gracie afirma que deferiu a liminar em razão da existência de precedentes da presidência do STF em favor do Distrito Federal, nas SS 2590, 2580, 2536, entre outros.

BB/CG

Fonte: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=64075
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *