Ao defender trabalho infantil, Bolsonaro agride a Constituição, diz Paulo Rocha