Plínio defende que prevenção da violência contra mulher esteja no currículo escolar