Sessões de julgamento serão realizadas por videoconferência até o fim de 2020