Vencedores do Desafio VisitApp, do Senado, são premiados com R$ 20 mil e um notebook

O programador Bruno Guerreiro de Carvalho, de São Paulo, foi o vencedor do Desafio VisitApp, uma iniciativa do Senado lançada em junho na Campus Brasília, de premiar os três melhores aplicativos móveis para tornar a visitação do Congresso Nacional mais interativa. Ele recebeu, nesta quarta-feira (5), R$ 15 mil em cerimônia presidida pela diretora-geral do Senado, Ilana Trombka.

O segundo lugar ficou com Daniel Ferreira de Souza, de Brasília, que recebeu um notebook Alienware Dell 17 5R. O aplicativo de Anesio Neto, do Rio de Janeiro, foi classificado em terceiro lugar, com um prêmio no valor de R$ 5 mil; Anesio foi representado na cerimônia por Leonardo Araújo.

Segundo Ilana, o desafio faz parte dos marcos de gestão e inovação que o Senado tem buscado ao longo dos anos, visando uma melhoria contínua dos serviços da Casa. Por isso, disse, a importância de criar ambientes inovadores.

— Precisamos nos comunicar, nos relacionar na linguagem que hoje as pessoas usam, e por isso fomos buscá-los para nos ajudar a traduzir tudo o que o Senado é e representa para o Brasil. O céu é o limite para a nossa visitação institucional, que tem milhares de visitantes por ano. E podemos estendê-la a toda a população mundial, por meio dos aplicativos, para que a ela conheça o que o Senado faz e a importância dele.

Aplicativos

Para desenvolver o aplicativo “Visite o Congresso Nacional”, disponível na Apple Store e na Google Play, Bruno e seu colega Felipe Gallo Barreira aproveitaram vários conteúdos disponíveis nos sites do Senado e da Câmara.

— A ideia do aplicativo é facilitar a visitação. A gente usou a tecnologia do QR Code, para que a pessoa, quando chegar perto de uma obra de arte, por exemplo, possa escaneá-la no aplicativo, que dá uma visão geral dela — disse Bruno. O aplicativo oferece um passeio virtual, com imagens em 360 graus, por vários ambientes do Congresso, sempre com áudio-guia.

O aplicativo “Visite o Congresso”, que ficou em segundo lugar, permite uma visita virtual ao Congresso, além de fornecer conteúdo multimídia por meio de QR Codes, segundo Daniel Ferreira de Souza.

— Nosso objetivo era trazer a mesma experiência não só para aquela pessoa que visita o Congresso pessoalmente, mas também virtualmente. A gente separou o aplicativo em quatro áreas. Uma com informações essenciais para visitar o Congresso. Nas outras três, uma traz curiosidades sobre a história, outra é para quem está em casa e pode visitar através das imagens em 360 graus, e a outra, pelo QR Code, para quem está presencialmente no Congresso, mostra informações juntamente com o áudio-guia — disse Daniel.

VisitApp 3e60” é o aplicativo classificado em terceiro lugar. Segundo Leonardo Araújo, o objetivo foi permitir que pessoas fora de Brasília possam conhecer o Congresso Nacional por meio de óculos de realidade virtual e um celular.

— O desafio foi, além de reproduzir parte das informações do site, facilitar as visitas com a realidade virtual. Nosso foco inicial foi esse: trabalhar mais a parte de realidade virtual com passeio virtual, até criando uma variação do Túnel do Tempo — disse Leonardo Araújo.

Experiência

Coordenador-geral do Prodasen, Alexandre Coelho destacou que o objetivo do Desafio VisitApp é aproximar o Senado do público jovem que atua na área de tecnologia, de maneira a ajudar a Casa a desenvolver “o exercício da cidadania e da democracia”.

A diretora da Secretaria de Comunicação Social (Secom), Angela Brandão, lembrou que a cada ano 180 mil pessoas participam do programa de visitação do Congresso. O DesafioApp, disse, pode levar a mais pessoas “essa experiência transformadora” de quem vem ao Congresso.

Para a diretora da Secretaria de Relações Públicas, Publicidade e Marketing, Cristina Monteiro, o concurso trouxe uma nova geração ao Congresso, para “promover uma renovação de olhares” sobre a instituição e levá-la a outras pessoas.

Apoiadores

A consultora legislativa Conceição Alves representou na cerimônia a Associação dos Consultores Legislativos do Senado Federal (Conleg), que doou o notebook entregue ao segundo colocado. Ela falou da importância de iniciativas como o DesafioApp para “aproximar a cidadania da instituição”.

Os prêmios em dinheiro do desafio foram doados pelo Sindilegis (Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal e Tribunal de Contas da União). Segundo seu presidente, Petrus Elesbão, o apoio se justifica porque é obrigação do sindicato apoiar iniciativas que sejam boas para o servidor, Senado e sociedade.

Wilton Rossi, da Coordenação de Tecnologia da Informação, vinculada à Secom, presidiu a comissão julgadora dos aplicativos, que teve também a participação de representantes do Prodasen e da Coordenação de Publicidade e Marketing (Comap), além do LabHacker e da Secretaria de Comunicação da Câmara dos Deputados.

— Foi interessante perceber como cada participante buscou soluções tecnológicas que tornaram cada aplicativo singular. Os trabalhos finais trazem recursos de qualidade que oferecem uma experiência excelente para os usuários, que têm a oportunidade de conhecer a Casa, sua história, sua arte e sua arquitetura — disse Wilton.

A organização do Desafio VisitApp ficou a cargo da chefe do Serviço de Marketing, da Coordenação de Publicidade e Marketing (Comap), Maria Tereza Firmino Prado. Entre outras tarefas, coube a ela coordenar a elaboração do regulamento e organizar o lançamento do desafio na Campus Party.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2018/12/05/vencedores-do-desafio-visitapp-do-senado-sao-premiados-com-r-20-mil-e-um-notebook
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *