Wellington pede medidas urgentes para reduzir impacto da pandemia no turismo

O senador Wellington Fagundes (PL-MT) ressaltou, em pronunciamento nesta terça-feira (12), que, de todos os setores da economia, o turismo pode ter sido o mais afetados pela pandemia do novo coronavírus. Para o senador, são necessárias medidas urgentes para que o impacto não seja ainda maior.

— É o caso de abrir linha de crédito para o setor, rever os contratos de concessão de aeroportos e parques e ainda promover o turismo interno, que deve se recuperar mais rápido do que o turismo internacional — disse.

Wellington citou pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV) que aponta que as perdas do setor podem chegar a quase R$ 117 bilhões, somados 2020 e 2021. Ele disse que a aviação civil é a mais afetada. A pesquisa mostrou que o setor registrava 2.800 voos diários e empregava 60 mil pessoas antes da pandemia. Atualmente 90% dos voos estão cancelados.

O senador lembrou a medida provisória (MP 948/2020) editada pelo presidente Jair Bolsonaro para proteger empresas dos setores de turismo e cultural por causa da pandemia. De acordo com o texto, os prestadores de serviços ficam dispensados de reembolsar imediatamente os valores pagos pelos consumidores por reservas ou eventos, shows e espetáculos cancelados.

— Mas é preciso ouvir o setor e definir novas medidas. Isso é fundamental para a manutenção dessa atividade importante que gera emprego, movimenta a economia e contribui para a valorização da história e da natureza — destacou o parlamentar.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Fonte: http://www12.senado.gov.br/noticias/noticias/materias/2020/05/12/wellington-pede-medidas-urgentes-para-reduzir-impacto-da-pandemia-no-turismo
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *