XII Encontro Nacional do Poder Judiciário será em Foz do Iguaçu

O ministro Dias Toffoli, presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal (STF), anunciou a realização do XII Encontro Nacional do Poder Judiciário nos dias 3 e 4 de dezembro, na cidade de Foz do Iguaçu/PR, no Centro de Convenções do Hotel Recanto das Cataratas. O evento, coordenado pelo CNJ, tem o objetivo de discutir e aprovar as Metas Nacionais do Poder Judiciário para o ano de 2019 e divulgar os tribunais premiados por seu desempenho e agraciados com o Selo Justiça em Números.

O Encontro Nacional está previsto na Resolução CNJ n.198/2014 e reúne a alta administração de todos os tribunais brasileiros. As Metas Nacionais do Judiciário representam o compromisso firmado anualmente pelos presidentes dos tribunais em prol da melhoria da prestação jurisdicional. As metas foram traçadas pela primeira vez em 2009 e são tradicionalmente votadas e aprovadas pelos presidentes dos tribunais no Encontro Nacional do Poder Judiciário.  

O Selo Justiça em Números foi criado em 2004 e possui as categorias de diamante, ouro, prata e bronze. O reconhecimento é dado aos tribunais que investem na excelência da produção, gestão, organização e disseminação de suas informações administrativas e processuais. Entre as exigências para recebimento do Selo Justiça em Números está ainda a implantação, pelos tribunais, de núcleos socioambientais, conforme previsto na Resolução CNJ 201, de 2015, que determina aos órgãos do Poder Judiciário a implementação do Plano de Logística Sustentável (PLS) para reduzir o impacto ambiental de suas atividades.

 

SERVIÇO: 

XII Encontro Nacional do Poder Judiciário

Data: dias 3 e 4 de dezembro de 2018

Local: Centro de Convenções do Hotel Recanto das Cataratas, Foz do Iguaçú – Paraná.

 

Luiza Fariello

Agência CNJ de Notícias 

Fonte: http://www.cnj.jus.br/noticias/cnj//noticias/cnj/87899-xii-encontro-nacional-do-poder-judiciario-sera-em-foz-do-iguacu
Todas as informações contidas nesta página são de responsabilidade do seu criador.